A imagem de uma criança síria retirada viva dos escombros de sua casa depois de um bombardeio, e sentada dentro de uma ambulância viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira, 17.

O menino parece desorientado, em estado de choque, coberto pela poeira dos escombros e com um ferimento na cabeça.

O nome da criança é Omran Daqneesh. Ele tem cinco anos e é uma das cinco crianças que ficaram feridas, nesta quarta, após um ataque aéreo em Qaterji, bairro de Aleppo.

Não se sabe exatamente quem realizou o ataque, visto que aviões da Rússia apoiam os ataques por terra do exército sírio.

A imagem foi usada para mostrar a violência e a crueldade da batalha por Aleppo, segunda maior cidade síria, localizada no norte e disputada por diversos grupos rebeldes e o exército sírio.

Tecnicamente falando, não é uma fotografia, mas um frame de um vídeo feito pelo Aleppo Media Centre, uma rede de comunicação de Aleppo alinhada com a oposição à Bashar al-Assad.

A imagem foi twittada inicialmente por Raf Sanchez, correspondente no Oriente Médio do Telegraph, e depois compartilhada por milhares de usuários e reproduzida pelos principais meios de comunicação internacionais.

No vídeo de onde foi retirada a imagem, vê-se Omram sendo retirado por um socorrista dos escombros da casa bombardeada onde estava. Depois, levado para dentro da ambulância, onde permanece impassível, enquanto prosseguem as operações de socorro.

O Telegraph escreveu que Omram foi atendido no Hospital M10 de Aleppo e depois liberado na mesma noite.

Raf Sanchez twitou outra imagem de Omram, com uma faixa na cabeça, depois dos cuidados recebidos “de alguns médicos extraordinariamente corajosos de Aleppo”.

Fonte: Rádio Vaticano