Médicos Expedicionários da Saúde realizarão atendimentos na área indígena do Andirá em Barreirinha

Os médicos expedicionários da saúde estarão no período de 8 a 18 de julho, deste ano, realizando mutirão de atendimentos e cirurgias na área indígena do rio Andirá interior do município de Barreirinha. Os serviços estarão sediados na Escola Indígena São Pedro numa parceria firmada entre o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) e a Diocese de Parintins.

Com sede em São Paulo a Associação Expedicionários da Saúde é uma organização que reúne médicos voluntários em expedições que levam medicina especializada, principalmente atendimento cirúrgico, às populações indígenas da Amazônia brasileira. A previsão é de que pelo menos trezentos indígenas sejam atendidos na região do Andirá.

A coordenadora do DSEI Paula Cristina informou que os médicos que atuarão no mutirão serão de várias especialidades. “Eles vão ter atendimento que vai focar principalmente na área de oftalmologia com cirurgia de catarata, além de cirurgia de hérnia, atendimento ortopédico, ou seja, são vários profissionais de várias especialidades a nível de Brasil que vão estar concentrados nesse mutirão”, anunciou.

Toda uma estrutura de hospital será montada na sede da escola, além do centro de saúde que já existe na localidade e que recebeu uma máquina de ultrassom na última semana. “Vamos atender as populações Sateré Mawé e Hexkariana dos municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Maués”, anunciou Cristina.

Carlos Alexandre