Na manhã deste domingo, dia 17, Dom Giuliano ordenou mais um diácono para a Diocese de Parintins. Trata-se de Sebastião de Oliveira Brasil, 28 anos. A celebração ocorreu na igreja de Santo Antônio, na paróquia Nossa Senhora da Assunção em Nhamundá.

Na Igreja Católica, há dois tipos de diaconato:

Transitório, em que os ordenados após alguns meses nesse ministério passam para o segundo grau da ordem, o sacerdócio.

Permanente, que é destinado aos homens casados. No entanto, as funções são as mesmas para as duas formas de diaconato.

No mês de maio passado – na Catedral do Carmo, Dom Giuliano ordenou dois diáconos. Um permanente, José Paulo Pacheco; outro provisório, Euler Tavares. Agora se junta aos demais, Sebastião de Oliveira Brasil.

Participaram da solene celebração, seminaristas, diáconos e sacerdotes e religiosas. Além de familiares de Sebastião e fieis de Vila Amazônia, Parintins e Nhamundá.

O pai de Sebastião, o Sr. Sebastião Brasil expressa sua alegria de ver o filho trilhar o caminho vocacional rumo ao sacerdócio para servir a Deus.

“Para nossa família é muito gratificante ver um filho se tornar servo de Deus, pois sabemos que precisamos ainda mais de operários na missão de anunciar o reino de Cristo. De fato, a messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Feliz de ver a Diocese em festa pelo sim do meu filho Sebastião”, comentou o pai.

O mais novo diácono agradece as orações e confia no Amor de Deus como sustentação de sua caminhada.

“A vocação é um chamado de Deus, e eu procuro no Seu amor a força para continuar servindo o seu propósito. Agradeço as orações de todo povo católico da Diocese e peço que continue rezando por mim, pois o próximo passo é o presbitério”, declarou o mais novo diácono.

Dom Giuliano Frigeni disse que Sebastião ainda este ano poderá ser ordenado padre e juntar aos demais. Essa é uma vocação que é fruto de uma caminhada ao lado da família, amigos e padres.

Red.: Ednilson Maciel