Os agricultores da Região Amazônica contam com R$ 3 bilhões em recursos do Banco da Amazônia para o Plano Safra 2018/2019 para apoiar projetos agrícolas no período de 1º de julho de 2018 a 30 de junho de 2019. Deste montante o banco tem um percentual de 20% a mais do que foi destinado no ano passado, R$ 400 milhões estão voltados para a agricultura familiar e R$ 2 bilhões e 600 milhões para o agronegócio empresarial.

De acordo com o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, esses recursos são direcionados a projetos voltados para custeio agrícola, custeio pecuário, inovação no campo; máquinas, equipamentos e implementos, armazenagem e investimento.

O presidente também informa que no Plano 2017/2018, o Banco da Amazônia aplicou mais de R$ 2 bilhões e 270 milhões, um crescimento 24% maior que o plano safra anterior que foi R$ 1 bilhão e 70 milhões. Nos últimos cinco anos, o Banco aplicou mais de R$ 13 bilhões em toda a região.

No Plano Safra 2018/2019, houve redução nas taxas tornando mais atrativas para o mercado e dependendo do porte e da receita do beneficiário, essas taxas variam de 5,29% a 5,91% com bônus de adimplência. “Para quem paga a parcela do FNO em dia, esse Bônus pode chegar a 15%, dependendo do tipo do empreendimento e do porte do negócio”, explicou o presidente.

No último Plano Safra, a instituição aplicou o montante de R$ 373 milhões em toda a Amazônia com recursos do FNO destinados ao PRONAF. Para o atual Plano, o Banco está destinando R$ 400 milhões para os agricultores familiares da região Amazônica.

A agricultura familiar apresenta importantes funções de garantir a segurança alimentar (preservando os alimentos tradicionais), de proteção da agrobiodiversidade e do uso sustentável dos recursos naturais.

Um dos maiores motores de incentivo a esse setor é o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e melhorem a condição de vida.

Red.: Neudson Corrêa, com informações da assessoria do banco