Após dez dias encerrou, ontem, dia 15, a festa em honra a Nossa Senhora do Bom Socorro, padroeira de Barreirinha, pertencente à Diocese de Parintins.

A parte religiosa foi marcada pela numerosa procissão nas ruas da cidade e pela missa campal celebrada por bispo dom Giuliano. Na parte social, a população e os visitantes puderam aproveitar as atrações do arraial na Praça da Matriz.

Foto: Marcos Felipe

Os fiéis barreirinhenses refletiram durante o novenário deste ano a temática “Maria, a serva leiga do Pai”, e o Lema “Faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Dom Giuliano, bispo da Diocese de Parintins, em conversa com o jornalismo Alvorada, comenta sobre o dia dedicado à Mãe do Bom Socorro em Barreirinha e já se mostra ansioso para estar em Nhamundá celebrando mais uma festa da Diocese.

“Pude participar apenas do encerramento da festa, pois venho de uma recuperação, que me obrigou a ficar quatro dias no hospital. A festa de Barreirinha é uma festa importante, por ser a padroeira do município. Só não é a mais importante liturgicamente, porque na liturgia, o mais importante para nós é a Páscoa e as celebrações de domingo”, disse o Bispo Diocesano.

Red.: Marcos Felipe