Uma equipe de delegados e investigadores da Polícia Federal do Amazonas deve chegar em Parintins na próxima semana para investigar uma série de irregularidades e crimes eleitorais tendo como foco principal a compra de votos e abuso do poder econômico nas eleições para prefeito e vereadores.

De acordo com o juiz eleitoral Fábio César Olintho de Souza, além da Polícia Federal o Cartório da 4ª Zona vai dispor de força de segurança do Exército Brasileiro no pleito de 2016.

O juiz alertou que todas as denúncias de compra de voto e abuso do poder econômico em Parintins que chegaram ao conhecimento da Justiça Eleitoral foram analisadas e encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral.

Entre as ferramentas de denúncia de crime eleitoral, segundo o juiz Fábio Olintho, a Justiça Eleitoral de Parintins conta com o aplicativo de WhatsApp (92) 99131-1511.

Da Redação, Neudson Corrêa