Se você não foi lá, nunca entenderá que não é apenas a torcida para um dos bois, que acaba numa simples festa. Lembrando que não é você que escolhe para quem vai torcer, mas sim é um dos bois que te escolhe.

Se você nunca foi à  Parintins não menospreze o que tem lá.

Muito além de ser “apenas” uma festa, é magia, é encanto, é vida, pois sim, aquela ilha no meio do Amazonas tem vida, tem “segredos” que estão em cada esquina.

Se você não foi lá, nunca entenderá que não é apenas a torcida para um dos bois, que acaba numa simples festa. Lembrando que não é você que escolhe para quem vai torcer, mas sim é um dos bois que te escolhe. E você vai saber disso quando começar a se arrepiar numa apresentação e de repente sentir as lágrimas caindo e não sabe se ri ou chora de emoção e alegria.

Tudo ali é muito mais do que você vê  na arena. A ilha está sempre em movimento e tem  sentimento em cada canto. Desde beber uma cerveja ou só uma água (como eu), no “bar do papai” e se sentir melhor do que num restaurante caro;   ver o mais bonito por do sol do mundo mundial no fim da ilha;  tomar o tacacá mais delícia do mundo, mesmo após passar uma dia viajando de lancha e chegar meio tonto, num calor escaldante; é achar o bodó bem feio, mas querer experimentar e sair lambendo os lábios; é não ter medo de andar de moto ou triciclo, pela ruas da ilha; é ver o encanto que bois brinquedos causam, não apenas em crianças , mas em  adultos também; é chorar vendo velhinhos querendo abraçar e beijar os bumbás; é se emocionar assistindo a ladainha e imaginar que “aquela reza” acontece há décadas; é ficar triste quando o boi morre; é ficar bem chateado quando há empate (melhor perder que empatar); é querer acompanhar a batucada após as três horas de apresentação porque foi pouco;  é  querer explodir de alegria ao ouvir o rufar dos tambores;  é  saber que todos nascem com um dom ou vários.

É  ter certeza que Parintins é  uma cidade que tem alma.

É tudo isso e muito..muito mais…

Então, se você acha que Parintins é uma grande micareta e nem imagina o que é tudo isso, por favor, cale-se!

(Chris Reis Jornalista, torcedora e associada do Boi Garantido)