As informações são da direção do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). De acordo com a diretora da unidade, Adreina Bentes, até 10 de setembro foram diagnosticados 38 novos casos em 2018, destes, 34 são homens e 4 quatro mulheres, porém apenas uma é natural de Parintins, as outras três vieram ao município em busca de tratamento.

Em 2017, o CTA fechou o consolidado com a identificação de 34 casos de Aids, 07 a menos que 2016 quando foram identificados 41 resultados positivos. Os dados mostram mais uma vez que o sexo masculino continua vulnerável ao contagio do Vírus da Imunodeficiência Adquirida (HIV).

Adreina volta a alertar a população que o vírus HIV continua presente entre os parintinenses, os quais precisam atentar para as recomendações preventivas e evitar o contágio da doença.

A diretora do CTA ressalta que as campanhas e ações preventivas são realizadas o ano todo, inclusive, nos centros de saúde da zona rural, onde também casos de HIV já foram diagnosticados.

As equipes dos agentes de saúde mobilizam a classe masculina e feminina para comparecer nos centros de saúde e receber os atendimentos, orientações individuais sobre infecções e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), HIV e Aids.

Red.: Neudson Corrêa