Os moradores de Vila Amazônia estão apreensivos para o início da construção do Presídio de Parintins, obra anunciada pelo governador do estado, Amazonino Mendes, em recente visita ao município, o qual será construído naquela localidade.

O presidente do Conselho dos Assentados da Gleba Vila Amazônia (Coagva) Raimundo Rocha, ressalta que para a construção do presídio do estado aconteceram diversas audiências públicas.

Nas reuniões foram apresentadas algumas reivindicações, entre as quais melhorias das estradas, melhorias para a saúde, construção de escolas, assistência técnica e a presença do Incra no Assentamento.

Rocha afirma que foram 14 reivindicações feitas pelos moradores da comunidade Flor de Maio, região que vai receber o presídio estadual.

As solicitações foram feitas para a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), Incra e Prefeitura de Parintins. No entanto, uma equipe técnica já está na área para fazer levantamento topográfico para dar início a construção da nova unidade prisional do município de Parintins.

Red.: Neudson Corrêa