Uma moradora da Rua Gláucio Gonçalves, a Rua 2, do Bairro Itaúna 2, recorre ao jornalismo Alvorada para denunciar a falta de iluminação pública e a carência de recapeamento asfástico na via.

De acordo com o relato feito na tarde desta quinta-feira, 16, há anos o local está no escuro, e o fato aumenta o medo da população devido o avanço da violência na cidade, principalmente para os alunos que trafegam por lá durante a noite.

A autônoma cobra do poder municipal um esclarecimento sobre a falta de iluminação pública, e ressalta já ter convocado outros canais de comunicação para averiguar a ocorrência, mas que jamais obteve resposta.

“Como fica no escuro, nós colocamos lâmpadas na frente de casa, mas as lâmpadas não amanhecem lá, e focamos no prejuízo. A rua está toda no escuro, esburacada e os vizinhos já estão jogando resto de construção para amenizar o problema. Está muito feia a nossa rua! Já estamos nessa situação há muitos anos e já reclamamos diversas vezes”, disse a moradora.

Foto: Liam Cavalcante

Nossa equipe de reportagem esteve no trecho indicado e pôde constatar o fato de acordo como informou a fonte. Entramos em contato com o secretário de obras, Mateus Assayag, e ele afirma que está em andamento na cidade uma ação para implantação de lâmpadas de LED nas vias de maior movimentação.

“As luminárias que estão sendo retiradas e substituídas pelas de LED, serão encaminhadas para as áreas com falta de iluminação pública na cidade, e outra remessa será destinada aos distritos e comunidades rurais”, afirma o secretário.

O secretário diz ainda que a população pode deixar na Secretaria de Obras o endereço cujo trecho esteja em situação crítica, para que uma equipe técnica possa vistoriar o local durante o horário de expediente.

Red.: Marcos Felipe