A Câmara Municipal de Parintins (CMP) a partir desta segunda-feira, 16, antecipa para ás 10h da manha as sessões do poder legislativo que até semana passada eram realizadas ás 16 horas.

A medida foi tomada após a presidente interina da casa vereadora Karine Brito (PHS) descobrir o esquema de desvio de mais de R$ 200 mil do setor financeiro do legislativo. Segundo a parlamentar o vereador afastado Everaldo Batista (PROS) não sabia do esquema. O caso está sendo apurado pelo Ministério Público.

Os desvios causaram vários problemas administrativos e para minimizar os problemas a dirigente da Câmara quer reduzir despesas. Por isso as sessões passarão a ser realizadas das 10h ás 12h com o expediente do legislativo encerrando ás 14h.

“A nossa intenção é reduzir gastos para que tenhamos nossa conta aprovada no final do ano e não tenhamos que demitir mais funcionários. Acreditamos que a medida vai reduzir gastos com energia, água entre outros”, afirmou Karine Brito.