O Festival Folclórico de Parintins terá semana decisiva a partir desta segunda-feira,9, quando os dirigentes dos bumbás Caprichoso e Garantido reunirão com o governador José Melo (PROS) para definir os destinos da maior festa folclórica do país.

Desde a semana passada o assunto ganhou as páginas dos jornais, blogs, sites e redes sociais após a manifestação dos artistas dos bumbás.

Ano passado o governado do estado cortou 30% dos recursos e esse ano pretende repassar apenas R$1,3 milhão para as agremiações custearem o projeto de arena e ainda a estrutura e logística da festa. As previsões caminham para que o Festival Folclórico aconteça em apenas uma noite.

Nesta quinta-feira,5, representantes dos bumbás reuniram com os vereadores na câmara. Com o futuro do Festival ameaçado ficou decidido à realização de uma audiência pública de emergência para segunda-feira no poder legislativo. “Vamos reunir na tentativa de encontrar uma solução de socorro aos bumbás e a nossa maior festa”, afirmou a presidente Karine.

Nesta sexta-feira os dirigentes dos bumbás reunirão com o secretário de Cultura Robério Braga.