Um grupo de pais de jovens parintinenses procurou a reportagem para denunciar uma suposta empresa do ramo de formação profissional que aplicou o golpe em mais de 200 pessoas em Parintins. No total, as vítimas estimam que foram em torno de R$ 12 mil que a empresa faturou com o golpe.

De acordo com os denunciantes, a empresa de nome Fateuni ofereceu cursos preparatórios para o ingresso de jovens nos quadros da Marinha do Brasil.

Um dos atrativos que levou os pais a inscreverem seus filhos nos referidos cursos foi a oportunidade de  ingressar na Marinha do Brasil com salários entre R$ 1.040,00 e R$ 5.343,00, de acordo com o plano de carreiras das Forças Armadas.

Segundo as pessoas que foram enganadas, até agora a empresa ainda é desconhecida dos pais que fizeram as inscrições dos seus filhos para o curso preparatório que seria ministrado para o concurso da Marinha do Brasil.

As inscrições foram realizadas nos dias 21 e 22 de junho e as aulas ministradas a partir do dia 3 de julho, o que não ocorreu e os responsáveis pela empresa sumiram com o dinheiro.

Red.: Neudson Corrêa