A entrega do Mercado Central de Parintins – marcada para o mês de junho, antes do Festival Folclórico, – foi adiada para julho. É o que informou o prefeito da cidade, Bi Garcia (PSDB).

Ao ser questionado sobre os feirantes que ocupam a Praça Eduardo Ribeiro e quanto a como ficará a situação deles no período do Festival, uma vez que aquele espaço é utilizado todos os anos por vendedores ambulantes, o prefeito afirma que os trabalhadores deverão aguardar um pouco mais para voltar para dentro do logradouro, onde mantinham seu comércio.

Portanto, segundo o prefeito, a reforma do Mercado Central não será concluída antes do festival.

“Eu tomei a decisão de não fazer essa obra de forma apressada, pois se trata de um importante símbolo da cidade e o projeto arquitetônico, o qual retoma as características originais do ano de 1935, precisa ser seguido à risca. Neste período iremos dar total apoio à obra e esperamos em julho entregá-la a toda população”, afirmou o chefe do executivo.

O projeto da reforma do Mercado Central promete uma arquitetura que remete os anos trinta, mas sem perder em modernidade e comodidade a quem visitá-lo depois de concluído.