A Eletrobras informou na noite de quarta-feira,6, vai receber recursos de 1 bilhão de reais da União por meio de adiantamento para futuro aumento de capital (Afac).

O montante será utilizado para cobrir despesas de capital em 2016, previstas no orçamento da Eletrobras holding, disse a companhia em comunicado, afirmando que o aporte foi aprovado pelo seu Conselho de Administração. Estes valores não poderão ser transferidos às distribuidoras.

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou que governo federal analisava alternativas para capitalizar a estatal em 6 bilhões de reais neste ano, após um corte no orçamento federal reduzir os recursos reservados pela pasta para aporte na elétrica.

Segundo a Eletrobras, o Afac visa reforçar as fontes de recursos para atender o programa de dispêndios globais, “devido à frustração de ingresso de alguns recursos previstos originalmente em seu orçamento de capital”.

A companhia, entre eles, cita o não recebimento de dividendos esperados de algumas investidas em razão de prejuízos em 2015 e o não recebimento de valores referentes às indenizações suplementares das concessões de geração e transmissão renovadas de acordo com a Lei 12.783/2013.

A estatal também menciona a dificuldade de acessar o mercado de dívida em razão das atuais condições macroeconômicas e setoriais.

Fonte: Reuters