A direção da Escola Estadual Senador João Bosco, no Centro da cidade de Parintins, decide suspender as atividades letivas em função do principio de rebelião que ocorreu na manhã desta sexta-feira.

A Escola João Bosco fica em a dez metros da Unidade Prisional de Parintins, que inclusive já registrou três grandes rebeliões, em 2010, 2012 e 2014.

O último motim resultou em duas pessoas mortas, com um detento decapitado e 21 transferidos para Manaus e Itacoatiara.

O gestor Venício Garcia, do João Bosco, ressalta ainda que os alunos devem ficar atentos para o comunicado do retorno das aulas pela imprensa. Ele convida os alunos de todas as séries que amanhã haverá aula do CONQUITAR no Ceti Gláucio Gonçalves a partir das 9 horas da manhã.

Red.: Neudson Corrêa