As polícias civil e militar tem atuado na tentativa de combater intensamente a entrada de armas de fogo em Parintins, mas os roubos sob violência e com a utilização de armas de fogo estão cada vez mais freqüentes.
O comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar Valadares Jr informou que todos os esforços estão sendo tomados para identificar os responsáveis em enviar armamento para o município. As equipes de inteligência das policiais civil e militar identificaram que existe na cidade um grupo de pessoas ligadas a traficantes de Manaus e que estariam recebendo armas e sua missão é alugar para quem tem dívidas com os traficantes. O pagamento das dívidas ocorre com a realização dos roubos, conhecidos popularmente como assaltos. Por isso em alguns casos de crimes com armas de fogo, mesmo os acusados sendo presos e identificados as armas não são encontradas.
“Desde o ano retrasado em armas tem chegado em embarcações vindas de Manaus e os credenciados junto ao tráfico estão repassado para devedores que para pagar suas dividas estão efetuando assaltos”, informou o militar assegurando que no primeiro momento as investigações afirmam que o aluguel de armas ocorre apenas para traficantes.
A polícia conseguiu evitar, mas até ano passado as armas eram enviadas a Parintins por meio o setor de encomendas das embarcações e despachadas no cais do porto.

Da Redação, Carlos Alexandre