Encerrou no último domingo, 23, o Congresso da Misericórdia promovido pela Comunidade Católica Vida Nova. O evento contou com a presença dos missionários Daniela Miranda e Emanuel Stênio, vindos de Cachoeira Paulista, São Paulo.

O evento surgiu a partir da conclamação do Papa Francisco de celebrar o Ano da Misericórdia. Cerca de 600 pessoas participaram do evento, que contou com momentos de confissão, adoração, pregações, testemunhos e Celebração Eucarística.

Para a consagrada da Comunidade Vida Nova, Telma Feijó, o Congresso foi uma experiência para se guardar pra toda vida, uma vez que “a misericórdia do Senhor é eterna e as pessoas que por aqui passaram saíram com esta certeza do encontro”.

Daniela Miranda, que conduziu a última pregação do encontro, afirmou que “sai de Parintins levando um povo de fé no coração. Um povo devoto de Nossa Senhora e que tem a certeza de que Jesus Cristo é um Deus Misericordioso, sempre pronto a nos perdoar”, enfatizou.

Para o fundador da Comunidade Católica Vida Nova, Padre Rui Canto, o Congresso atendeu às expectativas de celebrar o Jubileu Extraordinário da Misericórdia aqui na Diocese de Parintins. Para o religioso, o evento “atende a um chamado da Igreja, que convida todas as iniciativas de difusão do Evangelho a fazerem isto com misericórdia”.

Padre Rui anunciou ainda o Pós Congresso da Misericórdia a ser realizado neste sábado, 29, na Casa de Missão da Comunidade Católica Vida Nova, a partir das 19:00. A casa está localizada próxima à Gráfica João XXIII.