Os estados e municípios brasileiros foram orientados pelo Ministério da Saúde a abrir os postos de vacinação neste sábado, após o fim da campanha de vacinação contra pólio e sarampo. A mobilização para um novo dia D é porque, segundo o órgão, mais de três milhões de crianças estão sem vacinar.

O Ministério da Saúde informou que, até essa terça-feira, 70% das crianças brasileiras se vacinaram, mesmo com a campanha chegando ao fim nesta sexta. A meta é alcançar, pelo menos 95% desse público, o mais vulnerável para as doenças combatidas na campanha.

Mas para isso acontecer, é importante a conscientização dos adultos que são responsáveis pelo público-alvo que vai de um a cinco anos incompletos.

No caso da poliomielite, as crianças que nunca se vacinaram devem tomar a Vacina Inativada Poliomielite. Aquelas que já tomaram uma ou mais doses serão imunizadas com a gotinha Vacina Oral Poliomielite.

Em relação ao sarampo, todas as crianças devem ser vacinadas com a tríplice viral, independente do histórico de vacinas, exceto para aquelas que se vacinaram nos últimos trinta dias: essas não precisam de uma nova dose.

Até a última semana, o Ministério da Saúde registrou a menor cobertura vacinal no Rio de Janeiro, onde se vacinaram apenas 40% das crianças, para pólio e 41% para sarampo. Depois, vêm os estados de Roraima. A melhor cobertura está no Amapá, onde se vacinaram 90% das crianças, seguido por Rondônia.

Red.: Nelselino Santarém