Desde o mês de abril, quando a Associação Pestalozzi de Parintins passou da segunda fase de um processo para participar do Criança Esperança, a escola em Parintins aguarda com expectativa a confirmação da inclusão do educandário no programa que tem parcerias da Rede Globo e Unicef. A comunidade escolar vê com bons olhos o fato de a escola ter recebido telefonemas e visitas da organização do evento.

A gestora Dalva Nascimento relata como se deu essa relação, a qual ela denomina de namoro com o Criança Esperança.

“Foi uma grande surpresa. Nós tentamos duas vezes. Na primeira tentativa, não passamos da fase de inscrição. Em abril, começou esse namoro. Foram várias etapas e muitos segredos, até que no dia 12 de julho o judoca Flávio Canto, que faz parte dos divulgadores do Criança Esperança, veio até aqui para oficializar que a Associação Pestalozzi de Parintins agora faz parte do projeto”, disse a gestora.

Dalva Nascimento reconhece também as parcerias que existem em Parintins ao longo de 33 anos: “Só temos a agradecer a Deus e a todos as pessoas nos ajudam e fazem parte da Associação. O Criança Esperança é de todos nós”.

RED.: EDNILSON MACIEL