Os Postos de gasolina em Parintins resolvem aumentar preço do combustível, seguindo medida governamental. O consumidor local agora paga entre R$ 4,00 a R$ 4,15 o preço mínimo da gasolina comum e aditivada.

A elevação no preço da gasolina atende uma determinação da Petrobras para subir o preço nas refinarias do diesel, em 9,5%, e da gasolina, em 8,1%. Segundo a estatal, o impacto nas bombas deverá ser de 5,5% para o diesel, ou mais R$ 0,17 por litro, e de 3,4% para a gasolina, mais R$ 0,12 por litro.

Apesar da reclamação, os consumidores não tem a quem apelar e acabam se sujeitando a pagar o preço determinado pelo governo.

Segundo a nota, os aumentos estão de acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras em outubro. “As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo [de Mercado e Preços] são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente. Por outro lado, a participação da Petrobras no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação”, informa a nota.

A Petrobras diz que a medida faz parte de sua política de fazer revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que “lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis cuja volatilidade vem aumentando recentemente”. “Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor”, diz anota.

Da Redação, Neudson Corrêa